Casa Ferreira Gonçalves - Desde 1943



Economia de Água

A escassez de água no planeta é hoje uma preocupação mundial. Está ficando cada vez mais difícil (e caro) encontrar água de qualidade, devido à poluição de rios, represas e do solo. É necessário nos educarmos de forma a fazermos uso mais racional da água.

Bom para nosso bolso, melhor para o meio ambiente.

Controlando o gasto da sua conta de água

  • Com base no preço de agosto de 2009 para uma família de 4 pessoas residentes em Belo Horizonte, que consome a média de 3,5 m3 de água por pessoa, por mês, o valor da conta da COPASA para os 14 m3 de água é de cerca de R$ 62,00.
  • Lembrando que 1 m3 de água são 1000 litros de água, temos que o preço de cada litro de água é de cerca de R$ 62,00 / 14 / 1000 = R$ 0,005, ou seja, meio centavo por litro!

  • INTERESSANTE: Confira um simulador de consumo de água (fonte: Sebesp).
  • Acompanhe sempre o consumo pela sua conta de água. Procure manter seu consumo dentro de sua média. Um aumento no consumo pode representar a existência de vazamentos. Saiba que o consumo normal por pessoa é de 4 m3 por mês, mas brasileiros costumam gastar bem mais do que isso.
  • Em caso de suspeita de consumo acima da média, procure fazer uma leitura regular do hidrômetro de forma a acompanhar o consumo e descobrir possíveis vilões e vazamentos.


Economizando água na cozinha

  • Antes de lavar pratos e panelas, remova bem os restos de comida e jogue-os no lixo
  • Mantenha a torneira fechada ao ensaboar as louças;
  • Deixe de molho as louças com sujeira mais pesada
  • Não lave frutas e verduras em água corrente: utilize cloro ou água
    sanitária de uso geral (uma colher de sopa para um litro de água, por
    15 minutos) e depois, coloque duas colheres de sopa de vinagre em um
    litro de água e deixe por mais 10 minutos
  • Só ligue a máquina da lavar louça quando estiver cheia.

Economizando água na lavanderia

  • Não fique lavando aos poucos, deixe a roupa acumular e lave tudo de uma vez;
  • Mantenha a torneira fechada ao ensaboar e esfregar as roupas;
  • Deixe as roupas de molho para remover a sujeira mais pesada e utilize esta água para lavar o quintal;
  • Só ligue a máquina de lavar roupa quando estiver cheia.

Economizando água no banheiro

  • Ao lavar as mãos, escovar os dentes ou fazer a barba, não deixe a torneira aberta todo o tempo
  • Diminua o uso da descarga. Os vasos sanitários podem consumir até 40% da água de uso doméstico
  • Não use o vaso como lixeira ou cinzeiro, pois além de gastar muita água, pode causar entupimento
  • Não tome banho demorado. Cinco minutos com o chuveiro aberto consomem 60 litros de água e, por isso, os banhos consomem em média 37% da água de uso doméstico. Diminua o fluxo do chuveiro e, quando estiver se ensaboando, faça-o com o chuveiro fechado.

Inspecionando as instalaçôes para evitar disperdìcio

  • Faça vistoria periódica para verificar se existe alguma anormalidade nas proximidades dos canos, como paredes mofadas ou molhadas, terreno molhado, piso fofo, ruído provocado pelo escapamento de água, entre outros;
  • Fique atento aos vazamentos que podem ocorrer no hidrômetro;
  • Cheque nossas dicas de como detectar vazamento e consertar os vazamentos o quanto antes;
  • Não deixe a torneira pingando, sempre que necessário troque a "buchinha" - uma torneira, mesmo pingando lentamente, pode consumir até 400 litros de água por mês!
  • Regule periodicamente a válvula de descarga;
  • Observe sempre o funcionamento da bóia da sua caixa d’água, pois uma bóia com defeito é água jogada fora pelo ladrão;
  • Não passe canalizações próximas a buracos ou instalações de esgotos, pois você poderá não perceber vazamentos, se eles ocorrerem; além disso, a água pode ser contaminada;
  • Quando você for viajar, desligue o registro de entrada de água, evitando qualquer desperdício durante sua ausência.

No quintal, jardim, calçada e piscina

  • Cubra sua piscina com material plástico: com a ação do sol e do vento você pode perder em média, por evaporação, 3.785 litros de água por mês.
  • Ao lavar o carro use balde e pano, nunca a mangueira;
  • Não use a mangueira para limpar a calçada, use uma vassoura;
  • Se for indispensável o uso da mangueira, utilize sempre um esguicho (tipo bico), que permite interromper o fluxo de água, facilmente, sempre que preciso.
  • Prefira o uso de regador ao da mangueira para regar as plantas.

Utilizando produtos que proporcionam economia de água

  • Temos no mercado, hoje, diversos equipamentos economizadores de água, que trazem grande vantagem para a redução do consumo de água. Seus fabricantes participam do PBQP-H (Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat), como Deca, Celite, Docol, Fabrimar, Forusi, Oriente, Astra, Lorenzeti, Hervy, Ideal e Montana.

    Veja abaixo os ganhos que se pode obter com alguns destes equipamentos, os quais procuramos dispor em ordem de seu custo-benefício e demanda de mercado. Observamos que os valores percentuais de economia abaixo podem variar em função da pressão do ramal de alimentação, do número de usos (freqüência), tempo de acionamento e hábitos dos usuários (Fonte: Sabesp)
  • OPÇÂO DE LOUÇAS SANITÁRIAS QUE PROPORCIONAM ECONOMIA DE ÁGUA

    As bacias sanitárias mais modernas representam um dos maiores avanços em termos de economia de água uma vez que, a partir de 2002, todas as bacias fabricadas no Brasil passaram a restringir o volume máximo de descarga em torno de 6,8 litros (volume nominal de 6 litros). Estas novas bacias necessitam de bem menos água para a realização da descarga – quase a metade do volume de água das bacias antigas -  seja via acionamento por válvula flexível ou através de caixa acoplada.

    A vantagem do uso da caixa de descarga acoplada à bacia sanitária é que obriga a espera do enchimento da caixa para a liberação de uma nova descarga, o que evita acionamentos sucessivos desnecessários.

    INTERESSANTE: As bacias com caixa acoplada têm instalação mais simples do que as bacias convencionais com válvula, pois são externas à alvenaria e ainda requerem tubos de
    diâmetros menores. Por isso, em uma reforma em que se deseja mudar a aposição da
    bacia, é mais fácil instalar esse tipo de sistema que ainda é mais econômico.
  • Recentemente as novas caixa acopladas ainda ganharam o benefício da opção de acionamento da descarga de 3 ou 6 litros, proporcionando a eficiência de gasto na medida certa em caso de dejetos sólidos (6 litros) ou líquidos (3 litros).



    As caixas para acoplar com opção ECOFLUSH para acionamento de 3 ou 6 litros estão disponíveis nas linhas Eco, Azalea, Fit, Riviera e Dona da CELITE.

  • OPÇÃO DE METAIS QUE PROPORCIONAM ECOMOMIA DE ÁGUA


    Observamos que, hoje,  todas as torneiras dos melhores fabricante -  como Deca, Docol e Fabrimar já vêem com arejador. É também possível adquirir o arejador independente no mercado

  • As torneiras de uso restrito permitem o escoamento de água somente com
    a instalação da parte superior da torneira. Este componente restringe o
    uso da água por usuários não autorizados.


  • O objetivo do regulador de vazão é proporcionar uma vazão mais adequada à utilização dos equipamentos. É indicado para pontos com alimentação através de engate flexível (torneira de pia de cozinha de bancada, torneira de lavatório de coluna ou de bancada, bacia sanitária com caixa de descarga acoplada), onde a vazão seja superior a 0,10 L/s.
  • REUSO DE ÁGUA E APROVEITAMENTO DE ÀGUA DE CHUVA EM EDIFICAÇÕES
    Tecnologias para construção habitacional mais sustentável

    REFERÊNCIAS:

    Programa de Uso Racional da Água (PURA)

    Uso racional da água (SABESP)

    Dicas CELITE para economia de água

    Dicas DECA para uso racional da água

Disque Hidráulica

Maior revenda de hidráulica e gás de Minas Gerais.


(31) 3071.2222

© 2017. Copyright, todos os direitos reservados
Casa Ferreira Gonçalves. Desde 1923